Segunda via de Boletos

Shar Pei - um filhote com as dobrinhas mais lindas, mas um adulto desconfiado

A Shar Pei não é a raça mais simples para se ter, são fofinhos e peludinhos quando pequenos e podem dar um trabalhão com seu temperamento depois adulto. Por isso é muito importante pesquisar bem sobre eles antes de comprar um.

Então separamos algumas características dessa raça para você.


Sharpei-acapa

Origem

A raça é originária da China, mais precisamente do Sul do país e existe há cerca de 200 A.C.

Ninguém sabe-se ao certo de qual tipo de cruzamento esse tipo de cão surgiu, porém, alguns estudiosos acreditam, ele tem parentesco com o Chow-Chow pelo fato dos dois possuírem a característica marcante da língua azul e também porque ambos são da China.

Temperamento 

Ele é muito sério, independente, teimoso e cheio de vontades próprias. Como trata-se de um cão de guarda, é muito comprometido com seus donos e a segurança da família, ele é muito fiel e protetor.   Embora não tenha problemas de conviver com outros animais ainda assim é um ótimo caçador, não gosta de viver somente ao ar livre e divide seus dias entre o quintal e momentos dentro de casa.

Realmente é um cão muito equilibrado, não gosta de latir e nem de muito agito.  Para educá-lo o seu dono deve ser bem firme mas também carinhoso.  Ele deve ter cautela ao ensinar o seu filhote para que quando cresça esse fofo tenha um temperamento intermediário e menos desconfiado.

Principais características

Os Shar Peis costumam chamar muito a atenção por ter uma aparência muito exótica, são cheios de dobrinhas e conhecidos como os cães mais enrugados do mundo!  Podem ser muito dóceis com a família, mas são mais sérios com pessoas estranhas. Quando filhotes as rugas tomam conta de todo o seu corpo, mas quando adulto permanecem só na região em cima da cabeça, no pescoço e nos ombros.

Esses cães costumam roncar muito alto e isso ocorre até mesmo quando estão acordados. O motivo? O fato de existir muita carne esponjosa em suas narinas. E quando bebem água podem fazer ¨aquela bagunça¨, isso porque eles possuem muitos gomos em baixo da boca, são algumas características que seu dono deverá ter que se acostumar. 

Quando estão doentes, diferentemente das outras raças, não ficam acuados e nem tristes, mas apresentam episódios de fúria e podem ficar perigosos.  Eles também detestam sujeira e ficar na chuva, o que os leva a estarem sempre bem limpos e secos, algo que facilita a sua convivência dentro de casa.

Cuidados específicos

Sua pele é um pouco arenosa e áspera (conforme o significado de seu nome Shar Pei significa “pele de areia”), ela requer muita limpeza e é primordial mantê-la bem sequinha para evitar mal cheiro e acumulo de fungos.

Os cuidados da raça se limitam em banhos, escovação dos pelos ao menos uma vez na semana. Após o banho eles devem ser bem e secos com o auxílio de um secador sem nem mesmo ficarem úmidos.  As principais doenças de pele de um Shar Pei são provenientes de maus cuidados com essas ruguinhas.

Um cão dessa raça costuma viver de 8 a 10 anos e os principais problemas de saúde que eles costumam ter são: Displasia de quadril, luxação da paleta, sarna demodécica, displasia do cotovelo e febres de causa desconhecida que aparece junto com inchaço do jarrete.  Por isso é preciso estar sempre em dia com os exames necessários como os de quadril, cotovelos, joelhos e olhos.

Embora esse tipo de raça conviva bem em apartamentos e em lugares mais fechados, também precisa se exercitar sempre para gastar energia e se distrair.  Procure levá-lo sempre para passear e brincar, não deixe-o muito tempo sozinho. 

E aí gostou dessa raça? Vai adquirir um?

Então, lembre-se de sempre de tomar todos os cuidados necessários para que ele cresça um Shar Pei lindo, forte e saudável.


Outras Notícias sobre Raças