Segunda via de Boletos

O Boiadeiro dos Flandres

Com uma aparência rústica e forte, o Bouvier des Flandres (Boiadeiro dos Flandres) foi, em seus primórdios, um dos mais talentosos cães boiadeiros da Europa Ocidental.

Bouvier-des-flanders_capa

 Mas, com a modernização dos equipamentos utilizados nas fazendas, esse cão acabou perdendo essa função original, e atualmente passou a ser muito usado como cão guia para pessoas com deficiência visual, como cão de guarda e até mesmo cão farejador. Seu bigode bem característico e suas sobrancelhas levantadas emolduram seu rosto e lhe conferem uma expressão repleta de mistério. Quer desvendar os segredos dessa raça bem rara? Continue lendo este artigo

Origem da raça

As origens exatas do Bouvier des Flandres nunca foram devidamente documentadas, mas informações históricas indicam que há cerca de 100 anos os Flandres já produziram diversos tipos de cães boiadeiros. E mesmo tendo sido apresentados na Exposição Internacional de Cães em Bruxelas pela primeira vez no ano de 1910, somente em 1912 foi estabelecido o padrão da raça.

Durante a Primeira Guerra Mundial, a raça ganhou reconhecimento internacional pela coragem e força demonstradas junto às forças armadas. Por diversas vezes o Bouvier des Flandres era usado como mensageiro e como cão de busca para resgatar soldados feridos.

Entretanto, durante esse período, a raça quase entrou em extinção total na região da Bélgica e no seu habitat natural, o nordeste da França. Felizmente, graças à dedicação intensa de criadores flamengos, voltou ao cenário mundial no ano de 1920. Comportamento

Considerado um cão muito inteligente e corajoso, o Bouvier des Flandres é um cão imponente que demonstra muito vigor e força, mas sem perder sua elegância. Com personalidade forte, mantém um temperamento equilibrado e sensível. Ele é muito fiel e leal, sendo um ótimo cão de companhia de um dono só.

Astuto e muito confiante em si mesmo, possui uma resistência física que se destaca como superior a de qualquer outra raça. Mas mesmo com tanta confiança, não dispensa uma boa companhia. O tédio pode fazer com que o Bouvier des Flandres apresente comportamento compulsivo ou destrutivo.

Extremamente enérgico e inteligente, adora participar de brincadeiras junto aos adultos, e por vezes, lidam bem com as crianças que se comportam de forma gentil. Não possui um grau alto de obediência e por causa do seu comportamento dominante, precisa ter um dono que seja firme em sua educação.

Rústico e dominador, é um cão originalmente de fazendas que precisa de bastante espaço para se manter saudável. Por ter excelente olfato e sua intensa capacidade de observação, é muito comum que o cão desta raça seja treinado como cão policial, cão farejador e ate mesmo como cão-guia.

Pode, eventualmente, se adaptar bem em residências menores ou, até mesmo em apartamentos maiores, mas é importante levar em consideração que se trata de um cão cujo seu habitat ideal não é a cidade. Isso significa que seu dono deverá lhe proporcionar atividades físicas mais intensas, que podem ser caminhadas mais longas ou corridas no parque. E, claro, não se esquecer de estimulá-lo mentalmente!

Saúde e cuidados especiais

O Bouvier des Flandres é uma raça que possui uma saúde de ferro! Mas algumas linhagens podem, eventualmente, apresentar problemas de saúde como tireoide, catarata, epilepsia e torsão gástrica. Até mesmo, há a chance de predisposição para apresentar casos de displasia coxo-femural.

Sua pelagem é bem farta e possui duas camadas diferentes, sendo a primeira um subpelo protetor e impermeável (adaptável às bruscas variações de temperatura) e a segunda composta por pelo de comprimento médio.

É uma raça que quase não perde pelo, mas para manter a textura e beleza de sua pelagem, é essencial fazer um pouco de escovação diária. Para facilitar o processo, a dica é escovar seu cachorro desde filhote para que ele aceite o processo como parte de sua rotina diária.

É importante evitar banhos constantes neste cachorro. Quando os pelos estiverem excessivamente sujos, a recomendação é usar um shampoo seco, especificadamente indicado por seu veterinário.

Quando ainda pequeno, o cão dessa raça precisa de bastante companhia, mas seu dono deve ter bastante firmeza e autoritarismo para fazê-lo entender a quem deve obedecer. Sem a liderança necessária, o Bouvier des Flandres pode vir a desenvolver maus hábitos e comportamentos indesejáveis.

O Bouvier des Flandres é um cão muito hiperativo e só se sente totalmente confortável quando pode estar ao ar livre, dessa forma é recomendado mantê-lo em um jardim ou grande aérea externa onde possa estar livremente.


Outras Notícias sobre Raças