Segunda via de Boletos

Husky Siberiano: O amante do frio

Como diz o próprio nome, o Husky Siberiano é originário das terras geladas da Sibéria. Por isso, sua pelagem e pele são próprias para climas muito frios. Trata-se de um cão que impressiona por sua beleza: sua densa e bela pelagem aliada a seus olhos bem azuis atraem muitos fãs. Além disso, é um animal forte, dócil e esperto.


Husky_capa

Se você gostaria de ter um Husky em sua família, procure saber mais sobre a raça e os cuidados para que seu animal tenha uma vida feliz e saudável. Continue lendo este artigo!

Origens do Husky Siberiano

As origens deste cão remetem a mais de 2 mil anos atrás. A função dos Huskys na antiga Sibéria era puxar trenós, um meio de transporte muito usado por esquimós. Sendo assim, desenvolveram grande resistência ao frio e força muscular. Mesmo no clima gélido, os Huskys conseguiam puxar transportes com pouca carga a longas distâncias.

No início do século XX, estes cães começaram a ser levados para o Alasca e, dali, para outros países, tornando-se populares no mundo todo, por causa de sua beleza e força. Os cães da raça Husky são como lobos do gelo e possuem destreza para vários tipos de funções, incluindo salvamento. Há relatos de casos em que cães desta raça salvaram pessoas presas por nevascas e tempestades.

Os Huskys Siberianos também passaram a ser utilizados para o trabalho em garimpos de ouro e em competições, uma vez que não são cães tão grandes, porém são fortes e têm movimentos amplos. São resistentes, mas têm aparência bela e delicada.

Uma raça vinda do gelo

O Husky Siberiano é uma raça oriunda de regiões extremamente geladas, por isso, suas características físicas permitem-lhe resistir a temperaturas bem negativas. Sendo assim, este cão não é indicado para terras quentes e tropicais, de modo que, no Brasil, seria o mais indicado, mas não obrigatório, criar um exemplar deste apenas nas regiões do sul e mais frias.

Este cachorro possui dupla cobertura de pelos. Isso faz com que sua pelagem seja extremamente densa sem aparentar excesso de pelos, como nos casos dos cães de pelagem longa. Seu subpelo é macio e muito denso. O pelo de cobertura é mais longo, mas não a ponto de esconder as formas do cão. Esta pelagem também tem aparência macia e nunca deve ser cortada.

O Husky pode ser aparado ao redor das patas apenas. No caso de dúvidas ou necessidade de tosa por algum motivo, fale com um especialista de confiança. Muitos profissionais tosam demais este animal por engano e causam sofrimento e doenças ao bicho, pois mudam uma condição natural de seu corpo.

Para donos de Husky que residem em locais com verões mais quentes, vale a pena tirar dúvidas com um especialista sobre a melhor maneira de refrescá-lo e manter seu bem-estar.

Temperamento e convivência com o Husky

Este cãozinho é muito popular nos EUA e no Canadá, principalmente nas regiões mais frias. O Husky, além da beleza impressionante, possui temperamento dócil e é carinhoso com todas as pessoas, o que atrai admiradores por onde passa.

O Husky é muito apegado ao dono e precisa de carinho e atenção. Se abandonado ou separado daqueles que convivem com ele por algum motivo, pode ficar depressivo e doente. Trata-se de um bicho muito leal e fiel, por isso, prepare-se para oferecer-lhe a devida atenção caso deseje adquirir um exemplar.

Algumas características de caçador ainda persistem no Husky e este cão pode caçar pássaros, coelhos, galinhas e outros animais se não for treinado. Além disso, dependendo de onde forem criados, se o cão não for preso de maneira segura, ele pode desaparecer, devido a seu instinto predatório. Enfim, todas as características instintivas do animal podem ser treinadas e o mesmo pode ser acostumado a uma vida familiar e doméstica sem nenhum problema.

O Husky é esperto e obediente, podendo ser treinado, porém, sua natureza independente pode atrapalhar um pouco. Outro ponto importante é saber que este cachorro pode conviver com outros animais, porém precisam ser acostumados com paciência e cuidado.

Brincalhões e cheios de energia, estes pets precisam de exercícios físicos para se acalmarem em casa. Além disso, conforme é recomendável para todo animal, corridas e caminhadas são necessárias para evitar obesidade, além de alimentação adequada. Há de se ter também, cuidado com seus olhos. Muitos cães desta raça desenvolvem alguns problemas oculares e conjuntivite.

De maneira geral, o Husky Siberiano é um animal de fácil trato e cuidado. Amigável, naturalmente limpo e resistente, ele é um ótimo e fiel amigo.


Outras Notícias sobre Raças