Segunda via de Boletos

Grifo da Bélgica: Um exótico cão de luxo

Segundo os padrões a que mais estamos acostumados, o Grifo Belga pode ser considerado, por muitos brasileiros, um cão com pouquíssima beleza aparente. Entretanto, com seu coração extremamente nobre, é impossível não conquistar o afeto de toda a família e de quem se aproxima dele!


Grifo_da_b%c3%89lgica_capa

O pequeno cão de luxo é muito inteligente e esperto. Possui um corpo robusto, expressões quase humanas e uma movimentação elegante, que facilmente ganha a atenção de que o vê. Cães desta raça são popularmente conhecidos como "pequenos barbudos das ruas".

História da raça

O Grifo Belga, também conhecido como Griffon de Bruxelas, é uma raça que surgiu na Bélgica, tendo como ancestral mais próximo o Barbet Belga de cocheira. As primeiras aparições dos cães dessa raça aconteceram em 1880 e três anos depois, durante uma exposição canina, o primeiro padrão oficial da raça foi apresentado. Mas somente em 1904 foi aprovada a versão definitiva.

Foi uma raça que sofreu muito durante a 1ª Guerra Mundial e por pouco não foi totalmente extinta. Felizmente, alguns cachorros haviam sido levados para a Inglaterra e, graças aos esforços seus criadores ingleses, a raça recuperou-se em termos de quantidade e qualidade.

Os ingleses cuidaram muito bem da raça até que ela se expandisse e fosse exportada para os EUA. Lá, novos criadores cuidaram ainda melhor desta raça, tanto é que é neste país que estão as melhores linhagens.

Foi muito impactante também, para popularizar este cão, um papel de relevância no cinema. No filme ‘Melhor Impossível’ (1997), o ator Jack Nicholson tinha no cachorro Verdell um companheiro inseparável!

Convívio e comportamento

O temperamento da raça Grifo Belga faz deste cão um animal fácil de lidar. É considerado um bom cão de companhia e fiel aos seus donos, além de não apresentar comportamentos de um animal mimado.

Por manifestar forte segurança, autoconfiança e temperamento firme, pode ser usado como pequeno cão de guarda. Não é medroso e nem agressivo, mas com a presença de desconhecidos pode ser bem tímido. Este cachorro pode ser muito curioso, cheio de vitalidade e alegria. É travesso, brincalhão, tem tendência a subir em coisas e é ótimo na arte da fuga.

Dócil, o cão desta raça é uma boa opção para quem tem criança na família e excelente para quem deseja ter um animalzinho pequeno com grande inteligência. É ótimo guardião e não late com insistência. Geralmente, convive muito bem com outros cachorros e animais de estimação.

Adestramento

O cão desta raça demonstra temperamento bem firme, o que pode até revelar situações de teimosia extrema. Por isso, a raça deve ser muito bem educada, sendo recomendáveis adestramento e socialização desde cedo, de preferência, logo após tomar todas as vacinas recomendadas.

Quando limites não são impostos, o cachorro poderá se tornar desconfiado, barulhento e até um pouco arredio, tendo grandes dificuldades em lidar com a liderança exposta por seus donos.

Quando bem adestrado, com boa socialização e atividades físicas constantes, o cãozinho se torna agradável, afetuoso e companheiro.

Cuidados especiais e saúde

Não é recomendado que o cachorro de raça viva fora de casa, entretanto, ele aprecia bastante a oportunidade de passar um tempinho brincando no quintal ou na rua. O Grifo da Bélgica é uma raça bastante ativa e, por isso, este cachorro está sempre em busca de aventura e ação.

Para manter a saúde em perfeitas condições, seu animalzinho vai precisar de exercícios físicos e mentais diariamente, mas isso não será uma tarefa complicada. Seu pequeno tamanho possibilita que suas brincadeiras sejam feitas dentro de casa mesmo. Geralmente, uma caminhada curta, na coleira, também se torna um programa bem divertido.

Os cuidados exigidos por sua pelagem são considerados mínimos. O cão com pelos mais finos precisa apenas de uma escovação básica para remover os pelos mortos, enquanto o cão com pelos mais ásperos e grossos necessita ser escovado de duas a três vezes por semana. A tosa é recomendada fazer a cada período de três meses.

O Grifo Belga é uma raça saudável e forte, que tende a não apresentar problemas de saúde específicos, mas é bom ficar atento aos olhos que, por serem saltados, podem vir a se irritar com facilidade. Ocasionalmente podem ser desenvolvidos problemas respiratórios, luxação nas patas, lesões oculares, bexiga fraca e distiquíase.

Em termos gerais, trata-se de um cão de fáceis cuidados e uma opção perfeita para alegrar a família!


Outras Notícias sobre Raças