Segunda via de Boletos

Da nobreza Asiática, conheça o Chow Chow

O Chow Chow (pronuncia-se xau xau) é um cão leal e companheiro de seus donos. Por incrível que pareça esse cãozinho fofo já foi exibido em zoológicos como animal selvagem.

De temperamento sóbrio, este cãozinho conquista aqueles que gostam de mais organização e que não gostam de cães que pulam e bagunçam demais. Conheça mais sobre esta maravilhosa raça.


Chow-chow_capa

Origens do Chow Chow

A história deste cachorro tem origens na Ásia, mais especificadamente na Mongólia. Suas origens estão ligadas à classe nobre, sendo que este cão já foi, muitas vezes, retratado em vasos e outros objetos decorativos nas antigas civilizações asiáticas.

Há indícios de que o Chow Chow já teria sido um cão criado pelos imperadores chineses desde 200 anos a.C., por isso, há quem diga que sua origem é, na verdade, chinesa. Os cães desta raça serviam como animais de combate. Houve também o costume de criar estes cachorros para uso na alimentação, visto que, na China, é, até hoje, comum consumir carne de cães.

Já no século XIX, animais desta raça foram levados para a Inglaterra, onde eram considerados exóticos e eram exibidos em zoológicos como animais selvagens. Mais no final do século, a raça passou a servir como animal de estimação e passou a ser exportada para outros países.

Temperamento do Chow Chow

Sua personalidade possui alguns traços de teimosia, o que significa que não executará ordens tão prontamente quanto outros cães mais obedientes. Porém são calmos e muito independentes, sendo até mesmo comparados a gatos. O Chow Chow não requisita seu dono com frequência e gosta de ter seu próprio canto.

Por causa de seu jeitão reservado, não demonstra afeto tão salientemente quanto outros cães mais apegados aos humanos. Pelo mesmo motivo, é indicado para pessoas que precisam deixar o bichinho sozinho por muito tempo. É um cão silencioso, porém gosta, assim como os outros, de atenção, brincadeiras e passeios.

Para não ficar tão insociável, o Chow Chow deverá passar por processos de adaptação às pessoas e a outros animais desde novinho. Desta forma, ele será um cãozinho carinhoso na medida certa. Mesmo a natural convivência trará ao cachorro o costume de se relacionar e participar da família.

Por ser um cão fofo, muitas pessoas, ao vê-lo, podem querer passar a mão ou pegá-lo no colo. Já que este cachorro é muito territorial, ele pode interpretar esta atitude como uma agressão e rosnar ou até mesmo avançar. Isso não ocorrerá se seu Chow Chow for treinado e passar por períodos de sociabilização.

Já que este cão foi um puxador de trenós e cargas, poderá ser difícil, às vezes, passear com o cão pela rua. Para tal, basta sociabilizá-lo com paciência. Para começar, comece a sair com ele na rua em horários que haja poucas pessoas.

Ele gosta de brincar, principalmente quando novinho. Mas, por ser mais quietinho, este cachorro precisa de estímulos para fazer exercício depois que cresce.

Cuidados com seu cãozinho

Por ter pelos demasiadamente densos, o cuidado com a pelagem deve ser constante. É necessário escová-lo mais de uma vez por semana para que seus pelos lisos e finos não embaracem e também para retirar aqueles que já caíram, mas estão enroscados. Devido à espessa pelagem, o Chow Chow não gosta de climas muito quentes.

Assim como todo cão, ele precisa fazer exercícios para evitar o enfraquecimento dos membros inferiores e a obesidade. Prefira passear com ele durante a noite ou no início da manhã, evitando sol forte e calor intenso.

O dono deste cão precisa ter atenção aos seus olhos. O Chow Chow possui uma suscetibilidade a alguns problemas oculares. A prevenção é simples: lave a região constantemente com água boricada.

Oferecer uma alimentação saudável, com ração própria e na quantidade certa, também contribui para que este cão cresça forte e tenha uma vida saudável.

Uma curiosidade sobre este cão é o fato de sua língua ser azul. Os antigos asiáticos contam uma lenda para justificar esta qualidade: teria este cão, acompanhado Deus pintando o céu. O Criador teria deixado cair no chão algumas gotas de tinta. O Chow Chow, então, teria lambido as gotas azuis.

Enfim, para todos aqueles que preferem um ambiente mais calmo e reservado, o Chow Chow é a companhia perfeita!

Outras Notícias sobre Raças