Segunda via de Boletos

Cornish Rex: Enigmático, diferente e exótico

Exótico é uma boa característica para definir o Cornish Rex, raça do felino que apresenta uma beleza nada comum e um comportamento para lá de misterioso. Saiba tudo sobre o temperamento desse gato, que desperta a atenção por onde passa.


Gatos-cornish-rex-capa

Foi nos anos 50, segundo registros, que o primeiro Cornish Rex nasceu, sendo considerado o mais novo das raças felinas. O bichano foi resultado de diversas tentativas de cruzamentos com diferentes características.  O nome se deve à raça de coelhos francesa, Rex, que conta com traços bem parecidos ao do gato, sobretudo a pelagem. Os gatinhos tornaram-se tão conhecidos que os criadores fizeram um pedido de reconhecimento à entidade competente em 1979.

Características do Cornish Rex

Magro, tem o peso médio de três quilos, pernas finas, dorso arqueado e ossatura fina. Em sua cabeça losangular, apresenta olhos longos e retos, focinho curvado para baixo, par de orelhas cônicas e longas. Sua pelagem é escassa. Essas são as características mais marcantes desse felino. A cauda tem formato delgado e pontiagudo, coberta por pelos curtos e ondulados.

Embora todo o corpo pareça muito frágil, a musculatura do bichano é bastante resistente, fazendo com que ele possa atingir altas velocidades e crie proteção contra quedas de alturas elevadas.

Sem sombras de dúvidas, sua pelagem é o fator que mais desperta a atenção. O Cornish Rex tem pelos curtos, com ondulações (até mesmo os fios do bigode são ondulados), dando a impressão de que o gatinho acabou de sair do banho e ainda está com o corpo molhado. A cor é uniforme, ou seja, um único tom aparece em toda a extensão ou, no máximo, algumas variações do mesmo tom.

Temperamento do gatinho

Embora as características físicas possam causar certo estranhamento, a personalidade dessa raça é de calmaria. Trata-se de um felino ideal para se ter em casa, sobretudo por se apegar aos donos. A raça foi criada, desde os princípios, dentro de um ambiente familiar, deixando de lado traços primitivos típicos dos gatos.

Portanto, não há necessidade de preocupação com fugas ou problemas de adaptação. Seu temperamento é o ideal para domesticação, além da pequena estrutura corporal, que não cria a necessidade de muito gasto de energia. Esse felino consegue, então, viver bem em espaços reduzidos, limitando-se às brincadeiras nos limites territoriais, principalmente com crianças.

Carentes, esses bichanos adoram uma atenção especial, por este motivo indicamos que os donos dediquem um tempo para brincadeiras e carinhos, evitando que ele fique depressivo. Caso a rotina dos donos seja atribulada, é interessante manter brinquedos por perto para manter o gatinho em movimento e distração.

Se julgar necessário, uma dica é adotar outro bichano para conviver com o seu Cornish Rex, raça que se adapta a outros gatos sem precisar de trabalhos ou processos demorados de adaptação.

Saúde e cuidados com o Cornish Rex

Uma ótima notícia é que o gatinho em questão não apresenta tendência ao aparecimento de doenças crônicas graves, como acontece com muitos outros felinos de raça pura. Hipotireoidismo, hipotricose e peritonite infecciosa felina são problemas que podem aparecer no bichano, porém todas essas dificuldades são tratáveis.

Sendo assim, manter a vacinação em dia, criar o hábito de levar o felino às consultas ao médico veterinário, administrar os medicamentos necessários e evitar a proliferação de vermes são cuidados básicos e que contribuem para que a saúde do animal seja mantida.

Embora a pelagem seja curta e escassa, a escovação semanal se faz necessária por conta das ondulações nos pelos, que podem se transformar em nós. Um simples pente por todo o corpo, durante cinco minutinhos por semana, já surtirá efeito e fará toda a diferença.

As orelhas são compridas e fáceis de serem higienizadas. Indica-se limpar o local com certa frequência para evitar a obstrução, mas com cuidado para não aumentar a sensibilidade da região. Rapidamente ele se acostumará ao processo e será fácil mantê-lo constantemente.

O Cornish Rex vive de nove a 15 anos, tempo em que ele será a companhia perfeita para quem tem muito carinho e amor a oferecer. E, tenha certeza, esse afeto será retribuído com ainda mais afeto e com todo o bom-humor do felino. Não se engane: a aparência exótica só esconde o coração enorme e bondoso que estes gatinhos têm.


Outras Notícias sobre Raças