Segunda via de Boletos

Borzoi - O cão calmo e preguiçoso

Conhecida como uma raça que aprecia muito o conforto e a tranquilidade de uma aconchegante cama, na qual possa passar longos períodos com os olhos semicerrados e sem se mover, o Borzoi é erroneamente classificado como preguiçoso e indolente.


Borzoicapa

Mas, certamente, essa é a impressão de pessoas que não conhecem realmente um cão dessa raça. Isso porque basta oferecer-lhe um grande espaço para que ele se transforme e te surpreenda com a energia vital que possui.

Também chamado de Wolfhound Russo, o Borzoi é um cão veloz e caçador impetuoso por natureza. É necessário pulso firme para controlar seus instintos e uma grande área livre para que possa correr.

Origem e história da raça

A origem da raça Borzoi está totalmente associada ao período da Idade Média, quando grupos pertencentes à nobreza usavam os cães dessa raça para corridas e para caça de lobos. E, com o intuito de melhorar o desempenho nessas atividades e aumentar sua estrutura e o tamanho dos pelos (permitindo melhor desempenho em baixas temperaturas), foram feitos vários cruzamentos bem sucedidos com outras raças.

Desde sempre elegante e ligado à alta sociedade, o Borzoi era o xodó de czares russos que tinham costume de presentear seus visitantes com exemplares da raça. Porém, durante a Revolução Russa, muitos cães acabaram mortos pelo mesmo motivo, estarem diretamente relacionados com a nobreza e a aristocracia.

Levados para os Estados Unidos, alguns exemplares remanescentes conseguiram dar continuidade à raça que rapidamente reconquistou o status de cão glamouroso, sendo visto frequentemente ao lado de famosos astros do cinema.

E, apesar de não ser tão popular no Brasil, é possível encontrar vários criadores da raça em terras brasileiras.

Comportamento

Raça de elegância singular e muito discreta, o Borzoi é um legitimo exemplo de cachorro bem educado e tranquilo. E, mesmo não sendo de fazer muita bagunça e estripulias, seja com conhecidos ou com estranhos, é uma raça que consegue expressar de modo peculiar sua sensibilidade e muito amor pelos seus donos.

Quando ao ar livre, ao contrario, é um cão que surpreende com seu ritmo selvagem, que vai em busca de qualquer animal que estiver correndo. Um caçador nato!

Com a vantagem de não latir incansavelmente, como ocorre com outras raças, é uma ótima companhia para quem deseja um cão tranquilo e discreto – o Borzoi emite apenas alguns ruídos altos de vez em quando. Mas se o objetivo é ter um cão bem obediente, que vá seguir todas as suas ordens, os cães dessa raça não são os mais indicados.

Não é, de forma alguma, um cão para viver em apartamento, pois é um velocista de natureza. Vive e se adapta melhor em chácaras ou casas com gramados amplos, onde há espaço para correr e brincar a vontade.

Pode conviver sem conflitos com animais de outras espécies, desde que esse convívio tenha início quando ainda são filhotes, para que seus instintos de caçador não sejam aflorados.

Convive melhor em ambientes sem pessoas exageradamente agitadas. Por esse motivo, não é indicado para lares com crianças.

Saúde e cuidados especiais

Em relação à saúde da raça Borzoi, é preciso ficar bem atento aos pequenos detalhes. O cão está muito propenso a apresentar doença óssea metabólica, além de torção gástrica, doença que pode comprometer a circulação sanguínea na região e, quando não operado rapidamente, pode levar à morte.

Outra característica especialmente grave para todos os cães desta raça que merece muita atenção e cuidado é sua sensibilidade a anestesias. Por isso, qualquer aplicação deve ser bem estudada e certificada por profissionais com experiência em cuidar de Borzois.

Quando ainda filhote, é um cachorro muito dinâmico e ativo, podendo apresentar comportamentos destrutivos caso não consiga extravasar toda a sua energia. Desse modo, é fundamental que os filhotes façam bastante exercícios diariamente.

Mesmo quando já adulto precisa de estímulos e exercícios diários. Um longo passeio pode deixá-lo bem satisfeito, mas sempre que possível deixe-o correr em uma área grande e segura. É importante frisar que o local deve ser seguro mesmo e, se possível cercado, pois a qualquer oportunidade o Borzoi pode se deixar guiar pelo seu instinto de caça e corrida.

Em relação ao seu comportamento, possui uma excelente memória e é muito sensível, a dica é moderar na hora de fazer as repreensões. Apesar de não ser o tipo de raça "obediente", o Borzoi é capaz de compreender rapidamente o que fazer ou não fazer e tende a ficar magoado com duras broncas.

O pelo desse cão é encaracolado e longo, mas a pelagem não requer muitos cuidados especiais para sua manutenção. É apenas necessário que a escovação seja frequente e bem feita para evitar a formação de nós.

Para cuidar dos momentos de descanso do seu Borzoi é recomendado reservar uma cama macia e confortável para que ele possa relaxar e evitar que desenvolva calos ou feridas com facilidade.


Outras Notícias sobre Raças