Segunda via de Boletos

5 super dicas para tirar fotos incríveis do seu pet

Seja para guardar como recordação ou para decorar o seu quarto, uma bela foto do seu 
bichinho de estimação com certeza vai alegrar muito o seu coração o ambiente não é mesmo? 
Mas como ter o ângulo perfeito e tirar fotos boas nas horas certas?  Tudo isso pode parecer 
fácil à primeira vista mas não é tão simples assim quanto parece.

5-dicas-para-fotografar-seu-pet-capa

Você deseja saber como capturar os melhores momentos do seu pet? Então fique ligado e veja essas 5 dicas muito bacanas de como tirar essas fotos incríveis com perfeição e muito estilo:


Procure uma ajuda

Não é muito fácil fazer com que o seu bichinho olhe diretamente para a câmera na hora certa, então nesse momento é importante ter a ajuda de outra pessoa, para chamar a atenção dele,  porém não pode ter muito alvoroço, para não assustar o bichinho.  Chamá-lo pelo nome ou oferecer algum petisco, sempre funciona.

Vá com calma 

Para não causar espanto ao seu pet, comece colocando a câmera perto dele aos poucos, segure-a nas mãos enquanto faz carinho, deixe que ele cheire e comece a se familiarizar com o aparelho.  Ao tirar as fotos, vá focando de longe para começar, depois se aproxime lentamente pois animais geralmente são muito curiosos e podem querer mexer no objeto e não deixar que você tire as fotos.

Se o seu cão ou gatinho é muito agitado em certas horas, planeje então um horário adequado quando ele estiver mais tranquilo ou, procure passear com ele e tire as fotos na volta que é quando o bichinho vai estar mais cansado e calmo.  No caso dos gatos muito preguiçosos por exemplo, escolha o horário depois de sua soneca para fotografar seus movimentos sem erros. Não vá com muita pressa, cada animal tem seu tempo para se acostumar, então seja tranquilo e passe isso para ele.

O local certo

Tirar o animal do seu ambiente de conforto pode atrapalhar também na hora de fotografar, isso porque diferentes locais podem ter elementos que o distraiam.  Então procure deixá-lo onde ele se sinta confortável ou leve aonde ele já conheça.

O cenário não tem que ser necessariamente ultra mega decorado com muitas cores e enfeites, isso pode assustar o seu bichinho.  Faça algo mais discreto ou dê um brinquedo do tema para ele brincar, isso vai até acalmá-lo.  Pode ser uma bolinha, algo de borracha ou um boneco de neve para o natal por exemplo, isso costuma dar muito certo e fica muito fofo.

O ângulo certo

Tem algumas câmeras que possuem alternativas para que as fotos não fiquem borradas, algo que depende muito de cada configuração, mas entretanto algumas possuem a opção ¨modo pet¨, então escolha essa se houver.

Para capturar uma pose boa do seu animal, tente fotografar as mais naturais e não force nada.  Muitos bichos ficam bem de pé, outros deitados ou até mesmo em cima da cama, porém o mais importante mesmo é que ele pareça à vontade nas fotos.

Os cães grandes por exemplo, ficam perfeitos deitados em sofás, para isso focalize-o poucos passos atrás.  E para conseguir capturar aquele momento de movimento do seu gato, procure acompanhá-lo durante a caminhada em cima de algum móvel. Faça vários testes até acertar de verdade.

Tenha cuidado com o flash pois podem resultar em olhos vermelhos, mas se tiver mesmo que usar, procure tirar a foto com uma distância boa do seu animal e utilize o zoom da câmera, isso vai evitar que ocorra esse problema.

Tenha paciência e seja persistente

Como todo mundo já sabe, os animais não entendem muito o que falamos ou desejamos e não são naturalmente treinados para ensaios fotográficos, então seja paciente com ele e fique calmo. Procure não estressá-lo, faça pequenos intervalos para não o deixá-lo exausto e, muitas vezes, até agressivo. Ser imperceptível pode ajudar muito, então seja discreto e tire fotos do dia a dia do seu pet, isso pode render um material de qualidade. 



Outras Notícias sobre Diversão