Segunda via de Boletos

5 cuidados que deve-se ter no Dia dos Namorados com o seu pet

O Dia dos Namorados está aí e o amor está no ar. A data, muito boa de ser comemorada por aqueles que já encontraram seu par, pode, entretanto, esconder alguns malefícios para os pets.

Dia_dos_namorados_capa

Não apenas nesta data, mas em todos os dias do ano, alguns itens como flores, chocolates e bebidas alcoólicas, se não administrados corretamente na presença de bichos de estimação, podem trazer dores de cabeça. Vejamos quais os perigos do Dia dos Namorados para os pets.

5 alertas para que você tenha cuidado com seu pet no Dia dos Namorados

Bombons, flores e muito vinho: combinação tradicional e perfeita para o Dia dos Namorados. Mas, cuidado: estes itens, se deixados à vontade próximos aos bichinhos, poderão trazer alguns inconvenientes e até mesmo, problemas de saúde a eles.

Veja quais são os principais alertas nesta data:

1# Flores: qual mulher não se sente amada ao receber rosas ou outras lindas flores no Dia dos Namorados? Porém, há alguns perigos que as flores escondem para nossos bichinhos, tão curiosos e inconsequentes!

Lírios, por exemplo, são prejudiciais para a saúde dos gatos. Eles podem causar, principalmente, insuficiência renal súbita. Náuseas e diarreias são sintomas menos graves, porém preocupantes.

Menos comuns no Dia dos Namorados, mas que também podem ser escolhidas para presentear, azaléas, narcisos e tulipas são tóxicas se ingeridas por qualquer animalzinho.

Rosas têm os famosos espinhos. Outros espécimes de flores também trazem espinhos ou folhas que espetam. Fique atento!

Aproveitando o alerta, se você gosta de jardinagem, preocupe-se também com o que está sendo utilizado em seu jardim. Alguns adubos são tóxicos, como torta-de-mamona. Aqueles que possuem animais de estimação devem optar por adubos naturais livres de substâncias químicas.  A ingestão de adubos quimicamente compostos pode levar o animal a quadros de diarreia, vômito e até mesmo hemorragia.


2# Chocolates: alimento perigoso para seu bichinho. Mesmo em poucas quantidades, não é indicado. Isso porque o chocolate contém uma substância chamada teobromina, uma metilxantina que provoca problemas gastrointestinais e, em alguns casos, pode piorar com convulsões e até mesmo a morte do animal (apenas no caso de enormes quantidades).

Isso ocorre porque, em nossos peludinhos de quatro patas, a concentração deste elemento acaba sendo muito alta, pois seu metabolismo não possui a característica de metabolizá-la rapidamente, como ocorre com os humanos.

Mesmo que não cause problemas maiores, que dependerão do tipo do chocolate da quantidade ingerida, seu consumo poderá levar o pet a sofrer com vômito, cólicas, diarreia e desidratação. Isso sem contar o incômodo que pode ser ocasionado ao animal caso a ingestão do chocolate gere cáries ou, nos casos recorrentes, obesidade. Por isso, nenhum tipo de chocolate ou doce é recomendável.

Chocolates com uvas passas e grãos de café representam risco duplo. Estes elementos também são tóxicos. Portanto, cuidado na hora de oferecê-lo aquele pedacinho de panettone. A uva, mesmo em seu estado natural, possui uma substância ainda não diagnosticada de forma determinante, que provoca insuficiência renal nos bichinhos. A gravidade depende da raça do animal e da quantidade ingerida. Mesmo assim, não arrisque.

Por isso, se você fica com pena de negar um docinho ao seu pet, consuma seus bombons longe do bicho. Caso deseje agradar seu bichinho com algo diferente, dê-lhe uma fruta docinha (pergunte antes ao veterinário e retire todas as sementes) ou petiscos próprios para seu espécime. E não deixe, em hipótese nenhuma, a caixa de chocolates esquecida em algum canto da casa!

#3 Embalagens e fitas: qualquer tipo de invólucro (embalagem) pode causar uma obstrução na garganta do animal quando ingerido. Se triturado pelos dentes do animal, pode adentrar seus sistema digestório e causar sérios danos.

Fitas e arcos que costumam emoldurar lindas cestas podem também ser ingeridos pelos pets mais curiosos. Estes materiais, triturados, podem provocar problemas no estômago e intestino dos animais. Por isso, mantenha os restos dos presentes longe de seu bichinho.

#4 Velas: um jantar à luz de velas pode ser extremamente romântico para o casal. Porém, em casa com animaizinhos pulantes, podem representar um perigo. Tenha o devido cuidado para não correr o risco de seu pet tropeçar ou derrubar um candelabro e provocar uma queimadura ou um incêndio.

#5 Álcool: misturas de bebidas alcoólicas com leite e açúcares podem ser um chamativo para seu pet. Tome cuidado para não deixar bebidas assim ao alcance de seu bicho. O álcool ocasiona em animais, diversos problemas de saúde mesmo em pouquíssimas quantidades.

Com estas dicas, você poderá curtir o Dia dos Namorados no maior clima romântico com seu par e oferecendo muito amor a seu pet.


Outras Notícias sobre Curiosidades